Desde tempos imemoriais que em Portugal se cultiva um gosto especial pelo cavalo e pela sua utilização.
Aqui foi publicado, no século XV, o primeiro tratado de equitação, e da Península Ibérica partiram os primeiros mestres que iriam difundir na Itália renascentista e a partir daí no mundo civilizado os princípios da Arte Equestre.
Ao longo dos séculos, não obstante vicissitudes várias, Portugal tem sabido perseverar a sua tradição equestre, que importa proteger e divulgar, pois faz parte inequívoca do seu Património Cultural.