Irene aceitara uma providencial boleia de um colega do escritório, mas, mal havia sido iniciado o trajecto, eis que surgiu na frente deles, um automóvel que lhes bloqueava a passagem.
Sem perceber o que se passava, o jovem, perplexo, disse: "o que será isto?!" E quase sem fala, ela balbuciou: "É o meu marido."