CoraSons é uma experiência artística que surgiu nas redes sociais e que, inicialmente, se materializou numa exposição de fotografias de Isabel Leal e num recital, com a participação de vários músicos, na Casa das Crechas de Santiago de Compostela. A este encontro sucedeu-se um concerto celebrado na Ilha de Arousa, ao qual se juntaram mais de 40 intérpretes, e que se veio a plasmar num documentário gravado por Paco Abelleira. Agora, com a KALANDRAKA, o projeto coordenado por Uxía Senlle transformou-se num livro-cd-dvd com 19 temas e num filme de hora e meia. Cada imagem conta uma história tornada canção. A natureza, a vida quotidiana, a arquitetura, as sombras, a geometria ou a imaginação são os cenários que se recriam, partindo da forma e da simbologia do coração. Longe de se centrar numa perspetiva romântica, CoraSons incide na afetividade, nos sentimentos, nas emoções, na amizade, e reivindica a necessidade de pulsarmos unidos. Músicas quentes para tempos frios, coração-couraça para tempos incertos.