O diário de um nobre francês apanhado no meio da maior aventura do seu tempo, quando homens que pouco tinham passado para lá do termo das suas aldeias, viajavam por metade do mundo então conhecido, em busca do seu destino.
Uma reconstituição histórica irrepreensível um fresco de paixões, piedade e sexualidade que recria brilhantemente a dura e violenta realidade do século XI.